PT usou justiça de forma política

Para o cientista político do Cepesp, Claudio Couto, foi uma decisão política, mais que jurídica, a decisão de pedir a soltura do ex-presidente Luiz Ignácio Lula da Silva ao Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) justamente no final de semana quando estava de plantão o desembargador Rogério Favreto. Como o ex-presidente e seu partido sabiam da possibilidade de soltura, segundo Couto, “faz sentido” porque desta maneira o PT pode novamente levantar todos os itens que vive questionando. “Faz parte do jogo”, disse ele em entrevista à rádio CBN.

vote

(imagem: Alan Cleaver)

O que o cientista político criticou foi a decisão tomada pelo desembargador a qual qualificou como “escalafobética”. E, mais ainda, as idas e vindas do Judiciário naquele domingo em que, a cada momento, era tomada uma decisão contrária dentro do Poder Judiciário. “Isso é que não pode acontecer: essa indefinição jurídica”, disse Couto. “Cabe ao Judiciário tentar pelo menos tomar decisões de forma clara, de modo a reduzir incertezas e ambiguidades. Tudo que a gente vê é o contrário disso”, afirmou ele.

Íntegra da entrevista

Anúncios


Categorias:Cepesp na Mídia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: