A taxa de reeleição do Congresso deve ser maior

Por causa da concentração de recursos eleitorais e do esperado alto número de votos brancos e nulos, segundo George Avelino

Em entrevista para o site Nexo, o cientista político e coordenador do Cepesp, George Avelino, afirmou que o novo Congresso não deve ser tão novo assim. Mais de 50% dos parlamentares atuais devem ser reeleitos para novo pleito. Esse percentual supera a já tradicional marca de metade de deputados e senadores reeleitos a cada pleito. Pesquisador de partidos políticos, Avelino comentou que fazer parte da coalizão presidencial durante o exercício do mandato aumenta as chances de reeleição.

congresso.nacional

Avelino disse ainda que, no caso do sistema eleitoral de representação, é comum a formação de um Congresso fragmentado entre os partidos, o que exige coalizões que permitam a governabilidade do presidente da República e crie benefícios para os políticos no Legislativo. “A hipótese aqui é que fazer parte da coalizão presidencial durante o exercício do mandato aumentaria as chances de reeleição. Vale destacar que no Brasil, por sermos campeões mundiais de fragmentação legislativa, a construção dessa maioria legislativa torna-se mais complicada dado o grande número de partidos no Congresso [25 dos 35 registrados na Justiça Eleitoral]”.

Confira a entrevista na íntegra no Nexo.

Anúncios


Categorias:Cepesp na Mídia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: