Carlos Pereira: como serão as próximas manifestações?

A primeira reação é o fortalecimento da democracia brasileira. Um mandado de condução coercitiva para um ex-presidente da República, no momento em que seu partido político ainda está no poder, mostra o alto grau de maturidade da democracia brasileira. As consequências são devastadoras para o legado de Lula. Temo que ele seja lembrado como um presidente que gerou inclusão, mas também por um escândalo bilionário de corrupção.

Naturalmente, Dilma sofre ainda mais, em um governo já excessivamente fragilizado. É um tsunami político, com consequências desastrosas para a história do Lula, do PT e para o governo Dilma. Os últimos acontecimentos relançam a agenda do impeachment. Imagino que as manifestações vão pipocar e pressionar deputados que estavam receosos em votar a favor do impeachment.

Não acredito que os protestos pró-Lula serão robustos, porque há indícios muito fortes e graves do seu envolvimento nesse escândalo. O cidadão comum, que votou no PT nas eleições, não vai arcar com o custo político de ir para a rua defender o governo Dilma. As manifestações a favor do governo vão ficar restritas a militantes do partido, a pessoas diretamente ligadas a movimentos sociais e dependentes politicamente e financeiramente do PT e do governo.

(Texto originalmente publicado em “O Globo”)

Anúncios


Categorias:Cepesp na Mídia

1 resposta

Trackbacks

  1. Notas sobre as manifestações (e Miguel Nicolelis) | Sérgio Praça | VEJA.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: