Sérgio Praça: Em defesa da reeleição

Marina Silva (PSB) e Aécio Neves (PSDB) defendiam, ano passado, o fim da reeleição para presidente. (A proposta acabou de ser aprovada, em primeiro turno, pela Câmara dos Deputados. Ainda há três votações para que seja promulgada.) O argumento é que deve haver renovação na política e reeleger presidentes levaria à recondução ad infinitum dos mesmos governantes, o que permitiria a cristalização de esquemas corruptos.

Mas a possibilidade de reeleição de prefeitos, governadores e presidente é muito, muito boa para a democracia brasileira.

Um governante que não pensa em se reeleger não liga quase nada para sua reputação pós-eleições. Isso se agrava no caso de candidatos – como Marina Silva – que são pouco identificados com seus partidos, pois, ainda que o sujeito não se reeleja, pode querer indicar outro candidato.

Se o presidente não liga para a reputação que terá, talvez tome decisões extremamente corruptas. Afinal, será impossível responsabilizá-lo eleitoralmente por escândalos de corrupção. As punições poderão ser intrapartidárias ou judiciais.

A segunda consequência da falta de reeleição – esta mais plausível – é que o presidente de um mandato só tome decisões impopulares. Um estudo  de Tim Besley e Anne Case mostra que governadores norte-americanos de estados que não permitem a reeleição aumentam impostos e gastos governamentais, além de reduzir o salário-mínimo (especialmente se o governador for republicano, neste último caso).

Não são apenas governadores dos Estados Unidos que se afetam: outro trabalho mostra resultantes semelhantes para presidentes. Além disso, outros autores mostram que a impossibilidade de reeleição torna a política fiscal mais volátil.

Resumindo: um presidente que sabe que não vai concorrer novamente age sob incentivos diferentes daquele que buscará a reeleição. E isto pode ser ruim tanto a curto prazo quanto a longo prazo.

(Sérgio Praça é professor da Universidade Federal do ABC e pesquisador do Cepesp. Site pessoal: www.sergiopraca.com)

Anúncios


Categorias:Assuntos Contemporâneos, Sérgio Praça

2 respostas

  1. Sergio, o meu trabalho com o Fabio Klein, orientado pelo Avelino no Doutorado da FGV, versa sobre isto. Quer que te passe uma copia?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: